Conta de luz continua com bandeira tarifária vermelha em dezembro, mas em patamar menor

0
ELETRICIDADE

Em dezembro, os brasileiros vão continuar com a bandeira vermelha na conta de luz. Na prática, isso significa que a energia fica mais cara do que na tarifa padrão. Mas o valor será o do patamar 1, com o custo menor que o determinado desde outubro, que estava no patamar 2.

O anúncio foi feito nessa segunda-feira (27) pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

No próximo mês, a cada 100 quilowatts vão ser cobrados R$ 3. Com o patamar 2, o custo era de R$ 5 pela mesma quantidade de energia, depois do reajuste anunciado em novembro. A ligeira redução foi causada por uma melhora pequena na situação dos reservatórios das usinas hidrelétricas, segundo a Aneel.

A bandeira vermelha é a mais cara do sistema de tarifas, criado em 2015 para compensar o aumento de gastos gerado pelo acionamento de usinas termelétricas. Essas usinas foram ativadas em função da falta de chuvas. Todo mês o cidadão pode conferir na conta de luz qual a bandeira em vigor.

Com informações da Agência Brasil.

 

Deixe seu Comentário