Prazo para aditamento dos contratos do Fies acaba hoje

0
23.02.2015,Estudante fazendo consultas no Site do Sis FIES - cidade - 27ci0501 - TUNO VIEIRA

Termina hoje o prazo para renovação dos contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do primeiro semestre de 2017. Cerca de 1,28 milhão de contratos devem ser aditados para o período, segundo avaliação do Ministério da Educação. Os pedidos de aditamento começam por iniciativa das faculdades,  seguindo-se a validação, pelos estudantes, das informações inseridas pelas instituições no sistema SisFies, através do endereço eletrônico .

Fábio Almeida, de 22 anos, estudante do 4º semestre do curso de Engenharia Civil, na Faculdade DeVry Faci, disse ontem que renovou seu contrato com o fundo logo no início do prazo, há cerca de 45 dias. Com 100% do valor da mensalidade financiado pelo programa, ele recordou que em 2015 precisou aditar o documento porque trocou de instituição de ensino.

“Eu entrei para o Iesam (Instituto de Estudos Superiores da Amazônia), mas troquei para a Faci”, disse o universitário, que mora no bairro da Pedreira. A mudança implicou na necessidade de atualização dos dados junto à Caixa Econômica Federal, que opera seu contrato, antes de apresentar a documentação comprobatória junto à faculdade. “O Fies foi o único meio que encontrei pra entrar no nível superior’’, afirmou Fábio, que após a graduação quer fazer mestrado em Portugal, onde tem familiares. “É um bom programa, mas o governo deveria investir em mais oportunidades nas universidade públicas, em mais vagas para todos”, opinou.

No 3° semestre de Odontologia pelo Centro Universitário do Pará (Cesupa), Tatiane Mandu, de 25 anos, não conseguiu acessar o site do Fies nos últimos dias para renovar o contrato pelo qual financia 98% do curso. Ontem, ela se mostrou preocupada com a dificuldade, mas disse que enviaria um email para o site do programa pedindo orientação. Afirmando que em outros semestres não enfrentou problema algum ao acessar o site do programa, Tatiane ainda vive a expectativa de que o prazo final anunciado para hoje seja prorrogado, como ocorreu no ano passado.

“Eu só consegui entrar no Cesupa com o Fies. Fui aprovada dois anos antes, mas como não tinha recursos para pagar a faculdade e nem havia conseguido o contrato com o programa, não me matriculei, o que só aconteceu quando consegui o financiamento’’, lembrou Tatiane, que atualmente abate mensalmente 65 reais da mensalidade total no valor de R$ 3 mil cobrada pelo Cesupa para o curso de Odontologia.

Ao contrário de muitos estudantes da área de saúde, ela garantiu que seu sonho é trabalhar no interior paraense. “Ninguém quer ir, eu quero’’, asseverou Tatiane, moradora do conjunto Parque Guajará, em Icoaraci. O financiamento do Fies é voltado para estudantes matriculados em instituições privadas de ensino superior. Mais de dois milhões de alunos são beneficiados pelo programa, que oferece taxas de juros de 6,5% ao ano.

Por O Liberal

Deixe seu Comentário