Projeto Piloto da Anater vai beneficiar mil famílias no Pará

0
O acordo garante a execução do modelo de ações que estabelece um calendário de realização das Feiras do Produtor Rural, dentro do projeto denominado Sábado Rural, que permitirá a comercialização sistemática de produtos da agricultura familiar na Ceasa. A primeira feira será realizada no dia 2 de julho, e as demais nos dias 6 de agosto, 3 de setembro, 1º de outubro, 5 de novembro e 3 de dezembro, sempre nos primeiros sábados de cada mês. FOTO: MÁCIO FERREIRA / ARQUIVO AG. PARÁ DATA: 23.06.2016

O Pará será incluído em um projeto piloto da Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater), que integra as ações do novo Pacto Nacional de ATER, selado pela Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead), antigo MDA, com a Anater, e que tem o objetivo de fortalecer os serviços de assistência técnica e extensão rural no país, com a meta de atender 10 mil famílias e formar mais de mil extensionistas rurais no Distrito Federal e em oito estados.

No planejamento do Plano de Trabalho, as equipes estão definindo a metodologia, as ações, a participação do controle social, a caracterização das famílias beneficiadas e as metas e indicadores de resultado a serem acompanhados.

Uma equipe da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) esteve presente em Brasília, no início desta semana, para tratar dos encaminhamentos para o início das ações do Projeto Piloto, que vai beneficiar mil famílias de agricultores familiares em 40 municípios paraenses.

O engenheiro agrônomo Alexandre Galvão, da Coordenadoria de Operações (Coper) da Emater, informou na reunião que serão priorizadas as famílias que já desenvolvem alguma atividade econômica. A Emater trabalha com mais de 50 mil famílias, e dessas, serão incluídas as que já estiverem desenvolvendo alguma atividade, como forma de melhorar sua condição social. “Essa melhoria se dará especialmente por meio da participação em projetos nacionais, como o PNAE – Programa Nacional de Alimentação Escolar e o PAA – Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), com a comercialização dos produtos gerados por elas.”

Galvão foi acompanhado pelos extensionistas Pedro Jefferson Gomes, engenheiro agrônomo, e Jorge Augusto Macedo, sociólogo da Coordenadoria de Planejamento (CPLAN), e pelo técnico Gleison Kiyoshi Sato, da Coordenadoria de Tecnologia de Informações (CTIC). A comissão da Emater Pará apresentou a proposta de trabalho para execução do projeto no estado, que também inclui a formação dos agentes de assistência técnica e extensão rural. A Anater por sua vez, expôs as medidas operativas do sistema de gestão de ATER, que possibilitará o acompanhamento, monitoramento e avaliação das ações.

Por Edna Moura

Deixe seu Comentário